Quarta-feira, 30 de Outubro de 2019
Reestruturação e ampliação da UEMS levará em conta demandas da comunidade acadêmica
Fonte: Assessoria CMC
Foto: Assessoria

Durante a audiência pública “Reestruturação e Novos Cursos para a UEMS de Coxim”, realizada na segunda-feira (28), o novo reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Laércio Alves de Carvalho, afirmou que, de 15 emendas estaduais, a bancada federal escolheu a UEMS para receber um aporte de R$ 10 milhões (emenda impositiva) - recursos que serão utilizados na reestruturação das unidades da instituição e possibilitará a ampliação dos cursos ofertados.

A mesa da audiência pública foi presidida pelo presidente da Câmara Municipal, Vladimir Ferreira, e composta pelo reitor da UEMS, Laércio Alves de Carvalho, pelo prefeito de Coxim, Aluizio São José, pelo deputado federal Vander Loubet, pelo representante da SEGOV, Thaner Castro Nogueira, e pela secretária Municipal de Educação, Raquel Singh. Fizeram parte da bancada o vice-prefeito de Coxim, Edvaldo Bezerra, e os vereadores Edmir Cândido, Lucimar Barbosa (Careca), Adelson Januncio, Abilio Vaneli, Lucia da AAVC, Dinalva Mourão, Mecias Alves, Vilmar Vendrúscolo e Amoacir Alexandre (Kelé).

Em sua fala, Laércio Alves de Carvalho lembrou que a estrutura física da UEMS em Coxim oferece dois cursos de graduação, sendo eles Biologia e Gestão Ambiental, e que apesar da importância dos mesmos, é preciso investir no futuro da universidade, promovendo uma renovação na grade de ensino. O formato atual dos cursos, conforme o reitor da instituição, não está tendo a demanda esperada e não está promovendo todo o potencial que a área da Biologia possui.

A decisão da diretoria da UEMS, em conjunto com unidade local, foi a suspensão temporária da oferta de tais cursos para que a sociedade repense suas demandas e, no próximo ano, apresente ao conselho da universidade quais opções deseja na grade de ensino, independente da área. A intenção da nova gestão da universidade é que os cursos sejam abertos com a participação da sociedade, beneficiando cada região.

Laércio disse que atualmente a UEMS está passando por três processos, sendo eles reestruturação, captação de recursos - por meio de emendas individuais - e ampliação. Para isso, ele afirmou que todas as unidades serão transformadas em polos de educação a distância - EAD. Com a emenda de bancada, a universidade vai adquirir os recursos tecnológicos necessários para a abertura de vários cursos de ensino a distância em Coxim.

O reitor da UEMS frisou que pelo menos um ou dois cursos relacionados a área ambiental deverão ser ofertados, uma vez que Coxim conta com profissionais nessa área e a região tem potencial turístico e econômico, além da preocupação com o meio ambiente.

O presidente da Câmara de Vereadores, Vladimir Ferreira, destacou que a UEMS é um patrimônio de Coxim, sendo a primeira Universidade Pública instalada no município. Com muito trabalho ao longo dos anos, tornou-se polo de ensino na região Norte. Cumpriu e cumpre, desde 1994, papel importante no desenvolvimento educacional de Coxim, formando diversos profissionais na área da Educação.

Vladimir acredita que a UEMS pode contribuir ainda mais para o desenvolvimento da cidade, mas é preciso repensar e aperfeiçoar a universidade, ampliando a oferta de cursos e contribuindo para a permanência dos universitários em Coxim. Para isso, ele solicitou ao deputado Vander que destine recursos para garantir a bolsa de auxílio moradia aos estudantes, pelo menos na fase de adaptação (seis primeiros meses a um ano).

O prefeito de Coxim, Aluizio São José, disse que a Prefeitura está à disposição para contribuir no processo, inclusive no que se refere à contratação de uma empresa para a realização de pesquisa que deverá ouvir a população, a classe dos professores da universidade e os estudantes.

Endereço
Rua João Pessoa, 130 - Centro
Coxim / MS

Contato
  • (67) 3291-1539
  • Acesso Restrito