Câmara Municipal de Coxim - Seja bem vindo
Conheça Coxim
         História

Os irmãos Lemes, fugidos de São Paulo em 1719, chega­ram à região denominada hoje Cuiabá, via Camapuã - Coxim. A região começou a tornar-se mais conhecida quando, em 1722, por aqui pas­sou Dom Rodrigo César de Menezes, na época governador da capitania de São Paulo que, aqui chegando, em 4 de março de 1727, assinou a concessão de três sesmarias nos sertões do Taquari, sendo a primeira a favor de João de Araújo Cabral; a segunda em 4 de abril, no Rio Taquari a favor do Sargento-Mor Manoel Lopes do Prado e, a terceira, ainda no Rio Taquari, em 31 de dezembro, a favor de Domingos Gomes Biliago.

Em 1729, Domingos Gomes Biliago uniu-se a Antônio de Sousa Bastos, Manoel Caetano e os Padres Antônio de Morais e José Frias e, à margem esquerda do Rio Taquari, fun­daram o Arraial do Biliago, onde atualmente, na margem oposta (direita), se situa Coxim, cuja finalidade era o de socorrer as monções que iam de São Paulo até Cuiabá.

O arraial foi elevado à Freguesia em 1850, quando foi criado o Des­tacamento Militar do Piquiri, sendo Biliago incluído dentro dos seus limites.

Às margens de um rio navegável e com a estrada que ligava ao interior de Goiás, o arraial foi se desenvolvendo e em 1862, passou a ser chamado, Núcleo do Taquari com criação no lugar, de uma Colônia Militar, pelo Governador da Província, Herculano Ferreira Penna.

Em abril de 1865, o Núcleo é povoado por forças invasoras paraguaias, tendo seu comandante, Capitão Antônio Pedro, se retirado do povoado com 125 pessoas em direção ao norte do Estado. Em 8 de maio de 1866, a notícia da ocupação chegou à Cuiabá por Antônio Teodoro de Carvalho, morador na fazenda São Pe­dro, a oito léguas do Núcleo. Segundo um ofício do Capitão Antô­nio Pedro ao Presidente da Província, datado de 15 de maio de 1866, as forças invasoras que ocuparam o Núcleo compunham de 400 a 500 homens, com dois canhões que saquearam e incendiaram o povoado, abandonando-o depois de seis dias de ocupação.

Em 1872, o Núcleo foi elevado à categoria de Freguesia com a denominação de São José de Herculânia, em homenagem ao pre­sidente Herculano Ferreira Penna. Em 1892, a Assembléia Legislativa apresentou ao presi­dente do Estado, uma Lei mudando o nome de Herculânia para Coxim que, acabou sendo vetada pelo Dr. Manoel José Murti­nho.

O distrito foi criado em 6 de novembro de 1872 pela Lei n.° 1 e, finalmente em 11 de abril de 1898, pela resolução n.° 202, a localidade é elevada a categoria de vila e município, substituiu-lhe finalmente Herculânia por Coxim, restituindo em 1944, pelo Interventor Júlio Müller. Em 1913, Coxim foi elevada à categoria de Comarca, sendo presidido pelo Juiz Amâncio Ramos, conservando-se o nome e os mesmos limites.

De 1916 a 1926, houve um período de turbulências, crimes e desgraças, com um maníaco subindo ao Poder, causando estrago na Comarca. Houve até a extinção da Comarca que, posteriormente foi restabelecida.

         Em 11 de outubro de 1977, o presidente Ernesto Geisel assinou a Lei Complementar nº 31, que criou o Estado de Mato Grosso do Sul, e Coxim passa a fazer parte do novo Estado. Com a criação dos municípios de Camapuã, Rio Verde de Mato Grosso, Pedro Gomes e Alcinópolis, Coxim perdeu parte do seu grande território.

         Dados Gerais

Coxim – Mato Grosso do Sul
Data de Fundação: 11 de abril de 1898
Gentílico:
  Coxinense
População:  32.159 habitantes
População urbana: 29.145 (90,6%)
População rural: 3.014 (9,4%)
Área (em km²):
 6.409 km²
Densidade Demográfica (habitantes por km²):
 5,02 hab/km²

Os dados são de acordo com o último IBGE (Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística), realizado em 2010.

         Dados econômicos e sociais

Produto Interno Bruto (PIB): aproximadamente R$ 475 milhões
Principais Atividades Econômicas
: agropecuária, pecuária e turismo

Os dados são de acordo com o último IBGE (Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística), realizado em 2010.

         Pontos turísticos

Baías do Barranco Vermelho e Beira Alta
Cachoeira das Palmeiras
Cachoeira do Salto
Morro do Cristo Redentor
Museu Arqueológico Histórico de Coxim
Pé de Cedro
Trilhas Ecológicas da Serra das Araras e do Pantanal
Usina do Salto

         Geografia

Localização: o município de Coxim está situado no sul da região Centro Oeste do Brasil, no norte de Mato Grosso do Sul
Vegetação:
cerrado
Clima
: tropical AW
Temperatura média anual
: 35ºC
Altitude (em metros):
 312 metros
Índice Pluviométrico
: varia de 1.000 a 1.500mm anuais
Hidrografia:
está sob influência da Bacia do Rio da prata e os principais cursos d água no município são os rios Coxim; Jauru; Piquiri; e Taquari
Distritos:
Jauru; São Ramão; Silviolândia; e Taquari

          Prefeitos

Aluizio Cometki de São José (PSB) 2013 – 2016
Dinalva Mourão (PMDB) 2009 – 2012
Moacir Kohl (PDT) 2005 – 2008
Junior Mochi (PMDB) 2001 – 2004
Junior Mochi (PMDB) 1997 - 2000
Moacir Kohl (PMDB) 1993 – 1996
Flávio Garcia da Silveira Neto – 1989 -1992
José Raimundo dos Santos – 1983 – 1988
Franklin Rodrigues Masrhua – 1977 – 1982
Salviano Mendes Fontoura – 1973 - 1976
Laurentino Garcia Góes – 1970 – 1972
Hervê Mendes Fontoura – 1967 – 1970
Salviano Mendes Fontoura – 1964 – 1967
Silvio Ferreira – 1963 – 1964
Alaor Garcia da Silveira – 1960 - 1963
Silvio Ferreira – 1955 – 1959
Mário Bacha – 1951 – 1955
Propício Rodrigues da Luz – 1951 - 1951
Manoel Lino D’ávila – 1951 - 1951
Alaor Garcia da Silveira – 1947 – 1951
Viriato da Cruz Bandeira – 1945 - 1947
Dr. Wlademir Neves – 1945 - 1945
Viriato da Cruz Bandeira – 1939 -1945
Themistócles de O. Filho – 1938 – 1939
Eugênio Siravegna – 1938 - 1938
João Ferreira Albuquerque – 1937 - 1938
José Leandro T. de Oliveira – 1936 - 1937
Viriato da Cruz Bandeira – 1935 -1936
Eugênio Siravegna – 1934 - 1935
Jorge Adalberto Castilho – 1932 - 1934
Sabino José da Costa – 1930 - 1932
Antonio Reis Coelho – 1927 – 1929
João Ferreira Albuquerque – 1924 - 1926
Antonio Reis Coelho – 1921 -1923
Francisco Garcia da Silveira – 1918 - 1920
Antonio João de A. Ferreira – 1915 - 1918
Pedro Severo dos Santos – 1912 - 1914
Eduardo José Siravegna – 1909 - 1911
Evaristo de Albuquerque – 1906 - 1908
Domingos Ribeiro Guimarães – 1903 - 1905
João Batista S. Albuquerque – 1900 – 1902

Fonte: Raízes de Coxim – João Ferreira Neto

         Telefones Úteis

Prefeitura Municipal de Coxim – (67) 3291.1163
Secretaria Municipal de Assistência Social – (67) 3291.1076
Secretaria Municipal de Educação – (67) 3291.1162
Secretaria Municipal de Obras – (67) 3291.1582
Secretaria Municipal de Saúde – (67) 3291.3131
Conselho Tutelar – (67) 3291.2292
Enersul – (67) 3291.2416
Fórum – (67) 3291.1377
Hospital Regional – (67) 3291.1250
Procon – (67) 3291.2650
Sanesul – (67) 3291.1663
47º Batalhão de Infantaria de Coxim – (67) 3291.9300

         Telefones de Emergência

Corpo de Bombeiros – 193 ou (67) 3291.6002
Polícia Ambiental – (67) 3291.1033
Polícia Civil – 197 ou (67) 3291.1463
Polícia Militar – 190 ou (67) 3908.6037
Polícia Rodoviária Federal/Coxim – 191 ou (67) 3291.2279
Endereço
Rua João Pessoa, 130 - Centro
Coxim / MS

Contato
  • (67) 3291-1539